Genética e lesões desportivas

Lesões desportivas

As lesões são uma das maiores preocupações dos atletas, uma vez que, independentemente do desporto que praticam, estão expostos a elas. Muitas vezes os meios de comunicação social fazem eco de que certas figuras do desporto recaem continuamente da mesma lesão, mas porque é que isso acontece?

A verdade é que o tipo de desporto que praticamos, o nível a que o fazemos, a nossa fisiologia e os nossos hábitos influenciam a possibilidade de sofrer uma lesão, mas também é verdade que todos nós somos marcados pela nossa genética, que desempenha um papel realmente crucial na predisposição para certas lesões. No entanto, a boa notícia é que, conhecendo a nossa genética, podemos alterar as nossas rotinas de treino e manter o nosso risco de lesão sob controlo. Não são apenas os atletas de elite que se devem preocupar com este aspeto, mas é um risco que pode afetar qualquer pessoa, uma vez que quase todos nós, em maior ou menor grau, praticamos exercício físico, quer indo ao ginásio, quer praticando um desporto por lazer, e, além disso, também podemos sofrer uma lesão no dia a dia.

Com uma simples amostra de saliva, podemos descobrir se somos propensos a determinadas lesões musculares, joelho, tendão, ligamento ou até mesmo rupturas ósseas. Desta forma, podemos estabelecer planos de treino personalizados para nos ajudar a fortalecer estas partes do corpo e minimizar os riscos. Por exemplo, uma pessoa com maior predisposição para sofrer rupturas no tendão de Aquiles pode ser ajudada por exercícios específicos, como elevações do calcanhar, exercícios de equilíbrio ou alongamentos da barriga da perna, que ajudam a tonificá-lo.

 

Genética e desporto

Este tipo de teste também ajuda a saber quais os desportos mais convenientes para praticarmos ou, pelo contrário, quais os que devemos evitar, uma vez que, se a sua genética diz que tem um risco aumentado de luxação do ombro, seria melhor evitar praticar certos desportos como o râguebi, o boxe ou o ténis, nos quais esta parte do corpo desempenha um papel decisivo e está muito exposta a danos. Este tipo de lesão é particularmente incómodo porque tem de ser tratado com imobilização total do ombro, utilizando uma funda, o que dificulta o normal desenrolar das nossas rotinas diárias [1]. Outra lesão semelhante, que não só causa dor como desconforto, é a rutura do ligamento cruzado anterior, muito frequente em desportos de alto impacto, como o futebol ou o basquetebol; desportos que implicam saltos, como o esqui ou a ginástica artística; ou desportos em que se fazem mudanças bruscas de direção, como o andebol ou o futebol de salão [2]. Esta lesão requer cirurgia na maioria das ocasiões e exige um tempo de recuperação muito longo (entre 6-8 meses geralmente), juntamente com a impossibilidade de mobilizar o joelho. Neste processo, perde-se totalmente o ritmo desportivo, não é raro ganhar peso devido à inatividade e perder massa muscular. No entanto, não há motivo para pânico, a genética não é um fator determinante, apenas uma predisposição especial, e seguindo uma boa rotina de treino de acordo com as suas necessidades particulares, pode praticar estes desportos sem estar destinado a sofrer uma lesão.

 

Lesões musculares

O nosso teste genético desportivo inclui informações exaustivas sobre o risco de certas lesões, entre as quais as lesões musculares desportivas, que são as mais comuns em todas as áreas do desporto, incluindo contusões, contraturas, distensões e rupturas de fibras. Estas lesões não têm necessariamente de ser graves, mas podem significar uma ausência das actividades desportivas e a necessidade de repouso. Quando ocorrem com frequência e, sobretudo, se não forem tratadas corretamente, podem provocar maiores danos na zona afetada, levando ao enfraquecimento e, consequentemente, ao aumento da frequência deste tipo de lesões, tornando-se mesmo crónicas. Isto pode desgastar não só a saúde física, mas também a saúde mental de quem sofre. Quando a patologia se agrava, pode ser necessária a ajuda de um fisioterapeuta, tratamentos osteopáticos e, por vezes, até mesmo cirurgia [3], que por vezes envolvem não só um investimento de tempo, mas também de dinheiro.

 

Lesão do menisco

Outro exemplo é o risco de rutura do menisco, muito frequente tanto em atletas como em não atletas, uma vez que pode ocorrer com uma queda feia ou um forte impacto no joelho. Se houver uma predisposição para esta patologia, há desportos como os que têm um impacto direto sobre os joelhos, entre os quais o salto em comprimento, ou desportos em que recai uma carga excessiva sobre os joelhos, como o levantamento de pesos ou a corrida de longa distância em superfícies duras, que é aconselhável evitar ou, pelo menos, realizar com cautela. A rotura do menisco é uma lesão dolorosa, mas dependendo do grau de lesão é possível viver com ela, já que por vezes há pessoas que roçam o menisco mas podem continuar a sua vida normal sem fazer grandes esforços com o joelho [4]. Se uma pessoa deseja ter um estilo de vida sem desconforto ou limitações, é comum ter de se submeter a uma cirurgia e a um processo de reabilitação, que pode não só ser influenciado por factores como o resultado da cirurgia, o estado da articulação, a aptidão física ou a idade do doente, mas também pode ser influenciado pela genética de cada indivíduo, uma vez que existe uma correlação entre a genética e a forma como pode ser a recuperação após a cirurgia ao menisco. Especificamente, estudos confirmam que uma variação no gene GDF5 é um fator influente no processo de recuperação e na obtenção de uma maior estabilidade do joelho após a cirurgia.

 

Optimize a sua prática desportiva com 24Genetics

Os nossos testes fornecem informações sobre predisposições a lesões desportivas, mas também dispomos de um teste de nutrigenética para complementar e contribuir para a prevenção de lesões através de uma dieta adequada baseada na genética. Por exemplo, para evitar fracturas ósseas, é aconselhável uma dieta rica em cálcio e em algumas vitaminas, como a vitamina D. É por isso que, quando se trata de evitar lesões, é aconselhável fazer um exame exaustivo das predisposições genéticas, uma vez que estas não só o ajudarão a desfrutar mais do desporto, como o farão de uma forma mais saudável e benéfica.

A genética não só nos define, como também nos orienta para melhorar a nossa saúde e evitar que soframos lesões durante a prática de exercício físico. É por isso que é de vital importância estarmos conscientes da importância de nos conhecermos a nós próprios para evitarmos passar por situações de dor, desconforto e frustração. A partir da 24Genetics, encorajamo-lo a realizar o nosso teste desportivo, no qual poderá encontrar informação sobre a sua predisposição genética para sofrer uma rutura do ligamento cruzado ou uma inflamação do músculo esquelético, entre muitas outras lesões, bem como informação muito mais valiosa para os entusiastas do desporto, como os tipos de treino, a predisposição para o desempenho de determinadas habilidades ou a influência da prática desportiva em vários biomarcadores ou no funcionamento do coração. E com o nosso teste nutricional pode complementar a melhoria do seu treino com uma dieta adequada às suas necessidades. 24Genetics ajuda-o a compreender a sua genética para atingir novos objectivos e evitar obstáculos no caminho para a vitória.

 

Bibliografia

[1] Ombro deslocado: Medlineplus en Español (no date) MedlinePlus. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/dislocatedshoulder.html.

[2] Lesão do ligamento cruzado anterior (LCA): Medlineplus Enciclopedia Médica (no date) MedlinePlus. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/001074.htm.

[3] Lesões musculares desportivas (no date) GRUPO CLÍNICA O BURGO. Available at: https://www.clinicaoburgo.es/lesiones-musculares-deportivas/.

[4] Cuidados posteriores – Lacerações do menisco: Medlineplus Enciclopedia Médica (no date) MedlinePlus. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/ency/patientinstructions/000684.htm.

Privacidade dos dados. Proteger o seu património genético.

Privacidade dos dados. Proteger o seu património genético.

Na era digital, a tecnologia está a avançar a passos largos e isso permitiu que a compreensão da nossa genética atingisse níveis sem precedentes. Nesta fascinante viagem de auto-descoberta, nós da 24Genetics orgulhamo-nos de estar na vanguarda, oferecendo-lhe uma...

read more
Blue Monday y el Trastorno Afectivo Estacional

Blue Monday y el Trastorno Afectivo Estacional

Blue Monday es considerado por muchos el día más triste o deprimente del año. Este día se fija en el calendario el tercer lunes de enero, en una época en la que muchas personas sufren de trastorno afectivo estacional (TAE). De acuerdo con la psicología del color, el...

read more

What is a nutrigenetic study for?

Nutrigenetics is defined as the science that studies the effect that our genes have on the response to various dietary components. Therefore, a nutrigenetic study will allow us to adapt the food we eat to our needs. The fundamental hypotheses on which the science of...

read more
Saúde Cardiovascular

Saúde Cardiovascular

O órgão do coração é uma bomba potente que circula sangue, nutrientes e oxigénio pelo corpo e, surpreendentemente, é o primeiro órgão a formar-se durante o desenvolvimento embrionário. Na medicina grega, era considerado o órgão mais importante, e hoje em dia, o facto...

read more
Herança Genética e Ancestralidade

Herança Genética e Ancestralidade

O nosso blogue tenta sempre ser informativo e acessível, e escrevemo-lo com o objectivo de o tornar simples e compreensível para qualquer leitor. Nesta ocasião, deixámo-nos ser um pouco mais técnicos a fim de explicar certos fundamentos da ascendência genética. Mas...

read more
Efeitos do sol na sua pele

Efeitos do sol na sua pele

Efeitos do sol sobre a pele A exposição da nossa pele à radiação ultravioleta (UV) do sol, e a absorção desta energia ultravioleta, provoca alterações nos sinais químicos, hormonais e neuronais do nosso corpo, que têm efeitos subsequentes nas células imunitárias e na...

read more
Obesidade e genética

Obesidade e genética

O que é a obesidade? A obesidade é definida como uma acumulação anormal ou excessiva de gordura que pode ser prejudicial para a saúde (1). Entre os diferentes métodos para medir e classificar a obesidade, o índice de massa corporal (IMC) é o mais amplamente utilizado....

read more
    0
    Trolley
    O seu carrinho está vazio
      Calculate Shipping
      Apply Coupon